terça-feira, 27 de novembro de 2012

MATÉRIA PUBLICADA NO BLOG ELO7

OLÁ AMIGOS E AMIGAS,

HOJE VOU POSTAR AQUI UMA MATÉRIA PUBLICADA NO BLOG DO ELO7 QUE TRADUZ COM EXATIDÃO O QUE PENSO E SINTO. ESPERO QUE VOCÊS TAMBÉM SE IDENTIFIQUEM E REFLITAM SOBRE AS PALAVRAS DO PETER PAIVA. BJS


Peter Paiva: Diferencie-se e crie produtos com alma

Share
peter paiva
Escrever aqui no blog do Elo7 é ótimo pois me dá a oportunidade para conversar com vocês queridas artesãs e expor o que penso.
Quando vejo uma pessoa vendendo produtos por preços absurdamente baratos, me vêm algumas perguntas na cabeça. “Será que ela pensou direito sobre o preço que colocou em seu produto? Será que se ela continuar a vender seu trabalho a preço de banana conseguirá viver disso um dia?  ”
Não, não! É claro que não devemos cobrar preços absurdos, mas  devemos  sim pesquisar quanto o mercado cobra antes de praticarmos nosso preços. Se dermos uma volta na 25 de março encontraremos produtos importados com valores muitas vezes *maiores* do que os artesanais. Comparar o valor de um produto artesanal, feito a mão e com todo carinho por uma artesã brasileira, aos produtos do mercado chinês no atacado pega mal, muito mal. Na cabeça do comprador podem surgir várias dúvidas. Será que está barato por que é de baixa qualidade? Essa pessoa esta desesperada? Vou aproveitar a oportunidade e comprar logo antes que o preço mude? Nenhuma desta opções traz valor ao artesão.
Quando falamos de Natal não podemos deixar que nossos clientes passem vergonha ao presentear seus amigos com produtos artesanais. Por isso, para poder vender sua arte e saber que ela pode substituir um produto industrializado, devemos ter porte e postura!
Então meu recado é “acorda”! Que tal deixar de lado a concorrência apenas pelo preço pois isso não valoriza, apenas desvaloriza o que você faz. Eu pessoalmente como cliente só compro o que é bom e que me passa confiança e qualidade. Quero algo que me faça sentir realizado ao comprar ou presentear. Você também é assim?
Agora, a concorrência está brava hoje em dia! Então, como se diferenciar no mercado? Um ponto importante do produto artesanal é o charme, a sua alma! Mas, um produto tem alma? Eu digo… SIM!!! Trata-se do que o produto transmite além do aspecto físico, o conceito, a identidade da marca, o por que ele foi feito, a sua função, a inspiração por trás dele, o capricho na apresentação… Lembre-se que mesmo por traz de uma tela de um computador uma foto de produto passa conceito e o charme da marca. Por isso coloque sempre muito charme no seu produto.
Ai eu pergunto, será que o seu produto tem realmente uma alma ou é apenas mais um?  Não sejam acomodados! A vida esta lá fora esperando por produtos interessantes e pessoas apaixonadas pelo que fazem.
Agora me diga, aonde você se enquadra nessa nossa conversa? Vamos buscar nossos sonhos com os pés bem no chão? Estou aqui para te dar leve chacoalhão, na esperança que ele te ajudar a melhorar  ;).
Um final de ano iluminado para todos vocês. Nunca desistam, se planejem e se qualifiquem cada vez mais.
Beijos
Peter Paiva
Designer de sonhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário